Noticias

Crise no sistema carcerário holandês: faltam presos e cadeias são fechadas

Descriminalização e regulação do consumo de drogas são apontados como motivo para redução nos índices de criminalidade

Reprodução

A Holanda tem passado uma crise história em seu sistema prisional devido à falta de detentos e algumas unidades carcerárias tiveram que ser fechadas. Segundo reportagem da BBC, nos últimos anos 19 prisões encerraram atividades e a previsão é que novos fechamentos aconteçam em 2017.

A taxa de encarceramento no País é de 57 presos a cada 100 mil habitantes. No Brasil, a proporção é de 306 por 100 mil.

O Holanda é conhecida mundialmente pela descriminalização do consumo e venda de drogas. A política de regulação de uso e comercialização de entorpecentes figura entre os motivos apontados por especialistas pela redução da criminalidade. “Eles tiraram o foco das drogas e concentraram esforços no combate ao tráfico de pessoas e ao terrorismo”, afirmou a criminalista inglesa Pauline Schuyt em entrevista à BBC.

Outra medida apontada como crucial para a “crise” foi o investimento em reabilitação, com políticas de ensino e profissionalização, o que reduziu drasticamente a taxa de reincidência.

Completa o pilar de ações, a substituição de encarceramento por serviços comunitários, multas e controle com tornozeleiras eletrônicas. 

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ