Notícias

45,3% dos palmenses não acreditam em melhorias profissionais nos próximos meses

Apesar de apresentar queda de 0,9% na comparação mensal, o índice da intenção de consumo das famílias de Palmas aumentou em relação ao ano passado

Conforme dados divulgados na manhã desta quinta-feira pela Fecomércio Tocantins, 45,3% dos palmenses entrevistados em relação à Perspectiva Profissional afirmaram não acreditar em melhorias nos próximos meses. Em contrapartida, 70,4% se sentem mais seguros em seus trabalhos atuais, o que representa um crescimento no índice em abril na comparação anual. Os dados são da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, em parceria com a Fecomércio Tocantins. 

A Fecomércio noticiou, também, que apesar de apresentar queda de 0,9% na comparação mensal, o índice da intenção de consumo das famílias de Palmas aumentou 6,9% em abril, em relação ao mesmo período do ano passado, e ficou em 90,1 pontos.
 
“Esse aumento revela que os palmenses, de maneira geral, estão mais propensos a consumir em abril deste ano que em 2016. Isso não significa necessariamente que irão comprar mais este mês, mas que avaliam a possibilidade de que aconteça”, explica o presidente do Sistema Fecomércio Tocantins, Itelvino Pisoni.
 
Mais de 50% avaliou que a renda atual da família está melhor em relação ao ano passado, porém, 75,9% dos entrevistados afirmaram que este mês está mais difícil conseguir comprar a prazo do que no mesmo período de 2016. Sobre a perspectiva de consumo, 42,1% acreditam que devem comprar menos nos próximos meses e 52,9% disseram que este é um mau momento para adquirir bens duráveis.

Esequias Araujo
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ