Estado

Um detento de Cariri não retornou ao presídio

Encerrando o ano de 2016, a Justiça liberou 108 presos para a saída temporária de Natal e Ano Novo, porém um detento do Presídio Agrícola Luz do Amanhã, em Cariri do Tocantins, não retornou na data estipulada, que seria dia 28 de dezembr. O último prazo acabou ontem e a previsão é de que dois presos da Cadeia Pública de Paraíso do Tocantins retornassem à unidade ainda ontem, conforme a Secretaria de Cidadania e Justiça (Seciju).

O benefício dado aos presos começou no dia 20 de dezembro passado e cada um deles teve o direito de ficar sete dias em liberdade. Os internos da Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPP Palmas), Unidade de Regime Semiaberto de Palmas Feminino (Ursa Feminino), Centro de Reeducação Social Luz do Amanhã de Cariri e CPP de Gurupi usaram tornozeleiras eletrônicas.

O detento de Cariri que não se apresentou na data estipulada é considerado fugitivo e perderá automaticamente o benefício do regime semiaberto e, quando recapturado, voltará ao regime fechado.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ