Estado

Presos por assalto a carro forte são transferidos para Palmas por suspeita de resgate

Polícia Civil acredita que um dos suspeitos lidera a quadrilha; possibilidade de resgate é considerada

PC/Divulgação
Adeilton Gomes de Lima (E) e Antônio Eduardo Andrade (D)

Dois homens suspeitos de integrar a quadrilha responsável pela tentativa de assalto a um carro forte na cidade de Novo Jardim ontem foram recambiados para Palmas na tarde de hoje sob suspeita de poder haver uma tentativa de resgate  da cadeia de Dianópolis, onde estavam detidos. A Polícia Civil acredita que eles estejam envolvidos em outros assaltos a banco no interior de vários Estados brasileiros.

Antônio Eduardo Andrade, 29 anos e Adeilton Gomes de Lima, 42 anos, ambos naturais de Salvador (BA) foram abordados pela Polícia Militar na manhã de hoje. Eles estavam no meio do mato com um caminhão baú, onde foi encontrado cinco fuzis de calibres .50; .40, 9mm, 5.56 mm, 7.62mm, uma pistola calibre .40, centenas de munições, 25 carregadores, quatro balaclavas, cinco coletes à prova de balas, cinco celulares, um tablete de maconha, três pacotes de “miguelitos” e R$ 2.046,00. Tudo estava em um compartimento falso no interior do veículo. Os suspeitos foram abordados pela Polícia Militar na manhã desta sexta na TO-040, próximo a Novo Jardim.

“Eles estavam com massivo armamento bélico, inclusive com Fuzil .50, de uso restrito do exército e que derruba até avião”, informou um policial civil que não quis se identificar. “Começamos agora o trabalho de investigação e é possível que eles estejam envolvidos com outros roubos a banco”, disse. Eles foram escoltados até Palmas pelo Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE).

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ