Estado

Homem morre após ser atropelado por motociclista embriagado em Araguaína

Vítima caminhava pela lateral da via quando foi atingida pela motocicleta, que havia se chocado com outras três motos na rua

PM/Divulgação
Vítima foi atropelada e não resistiu aos ferimentos

Um homem de 37 anos morreu após atropelado durante um acidente envolvendo quatro motocicletas em Araguaína, Norte do Estado. Segundo a Polícia Militar (PM), o caso aconteceu, por volta das 21 horas, na Avenida Joinvile em frente ao Bar da Rosa, no Setor Céu Azul.

A PM informou que ao chegar no local encontrou o pedestre já sem vida, e uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atendia um dos motociclistas envolvidos no acidente.

Segundo relato de testemunhas à polícia, a vítima caminhava pela lateral da via quando foi atingida pela motocicleta, que já havia se chocado com outras três motos na rua. Com a colisão, o retrovisor de uma das motocicletas perfurou a costela do lado esquerdo da vítima.

Conforme a PM, o condutor da moto, que causou o acidente, sofreu hematomas no rosto e escoriações pelo corpo e foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Os pilotos das demais motocicletas não ficaram feridos.

Após ser atendido, ele foi levado para a delegacia, e lá foi constatado que ele estava pilotando a motocicleta embriagado. Ele também não possuir carteira de motorista. 

Piloto embriagado

Outro caso de um homem, de 39 anos, pilotando uma motocicleta embriagado foi registrado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Ele foi preso na tarde de ontem, no km 328 da BR-153 próximo a Guaraí, a 173 km de Palmas.

Conforme a PRF, durante uma ronda da Operação Integrada Rodovida Cidades, a equipe percebeu que o condutor apresentava visíveis sinais e sintomas de embriaguez. Ao realizar o teste de etilômetro, conhecido como teste do bafômetro, foi constatado que o motorista estava com o índice de 0.496 miligrama de álcool por litro de ar.

O condutor foi autuado com uma multa de R$ 2.934,70 e teve a carteira de motorista suspensa por 12 meses. Ele também foi preso e levado a Polícia Civil. 

 

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ