Estado

Plano Diretor: regularização é maior demanda das regiões Norte e Leste

Debates foram realizados neste sábado

Samara Martins/Secom Palmas/Divulgação
Plano Diretor foi discutido neste sábado

Durante a manhã deste sábado, 12, foram debatidos o Plano Diretor das regiões Norte e Leste de Palmas. A audiência, que aconteceu na Escola Municipal Beatriz Rodrigues, é a segunda de uma série de cinco. Os debates têm o objetivo de discutir e colher propostas da população para o desenvolvimento local. Além de apresentar quais são os potenciais das diversas localidades da Capital. 

“Nós identificamos várias demandas colocadas pela sociedade que já estavam sendo observadas pela equipe técnica e que serão incorporadas ao texto final do plano”, observou o secretário de Desenvolvimento Urbano, Regularização Fundiária e Serviços Regionais, Ricardo Ayres.

A maior das demandas, conforme Ayres, é com relação à regularização fundiária na região. “As ocupações que se surgiram de maneira irregular, e precisam ser debatidas e incorporadas ao perímetro urbano da cidade”, declarou. 

“Também é preciso planejar as áreas de contenção e transição entre o rural e o urbano. Com isso será possível regularizar os imóveis e ocupação poderá ser realizada de forma ordenada e planejada”, colocou. 

Além disso, a comunidade também abordou temas como o meio ambiente, como a criação de unidades de conservação e políticas de preservação da água, e a agricultura familiar na região, além do turismo. 

Audiências 

Também já foram ouvidas as propostas dada região Central da Capital, além da  Vila Agrotins (rural), e dos distritos de Taquaruçu e Buritirana.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ