Estado

Falta estrutura de trabalho

Após a apresentação dos dados, uma comitiva formada por representantes do Conselho Federal de Medicina (CFM) e Conselho Regional de Medicina (CRM) foi fazer uma visita aos dois maiores hospitais de Palmas, o Regional e o Dona Regina. A presidente do CRM Jussara Martins diz que a entidade realiza fiscalizações frequentes nos hospitais do Tocantins e que estas visitas têm o objetivo de fiscalizar as condições de trabalho oferecidas aos profissionais que atuam nas unidades.

Jussara lembra que foi em uma dessas visitas que o CRM identificou que no hospital de Dianópolis havia apenas uma médica trabalhando para atender casos de emergência e os pacientes internados. Atualmente há um indicativo de interdição ética para a unidade hospitalar. “A interdição ética ocorre quando um médico não tem condições de atuar na unidade com as condições adequadas”, explica.

A médica ainda ressalta que quando a unidade básica falha gera-se uma doença que precisa de hospitalização. “A tuberculose, por exemplo, deveria ser diagnosticada na unidade básica, quando isso não acontece o paciente adoece e vai parar no hospital que não é lugar de fazer diagnóstico de tuberculose. Na unidade terciária não deveria chegar uma pneumonia simples, por exemplo”, comenta.

Em todos os discursos, os representantes da classe médica apontam a falta de investimentos no setor como um dos pontos mais graves apurados pelo levantamento realizado pelo CFM sobre a situação da saúde pública em todo o País.

Concurso

Para o representante do CRM no Conselho Federal de Medicina, o médico Nemésio Tomasella, é preciso investir na realização de concursos públicos para contratação de médicos nos municípios e a criação de uma carreira de estado para estes profissionais. “O médico saberia o tempo que teria que trabalhar para chegar até uma cidade maior. Hoje, não há déficit de médicos, mas há má distribuição”, enfatizou.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ