Estado

Educadores de Palmas e Miracema seguem paralisação nacional

Seguindo a greve nacional da Educação que acontece durante esta semana, os profissionais da Capital e de Miracema do Tocantins, 78 km de Palmas, filiados ao Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado (Sintet) realizam atos públicos contra a precarização da educação hoje e amanhã.

A movimentação desta manhã aconteceu em frente à Prefeitura de Palmas e Palácio do Araguaia, onde os manifestantes cobraram da gestão municipal e estadual melhorias para a categoria.

Palestras sobre gestão democrática escolar e meritocracia na rede municipal de Palmas serão ministradas na Escola de Tempo Integral (ETI) Eurídice Ferreira de Melo, no Jardim Aureny III, nesta tarde e seguem até quinta-feira, como parte da programação da paralisação nacional.  

Sintet/Divulgação
Ato público foi realizado nesta manhã na Capital
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ