Estado

95% dos internados aguardam cirurgia no HGP, diz senadora

Kátia Abreu citou outros problemas que os pacientes enfrentam na unidade

Assessoria Kátia Abreu/Divulgação
Kátia conversou com pacientes

Após visitar o Hospital Geral de Palmas (HGP), a senadora Kátia Abreu disse cerca de 95% dos internados  no anexo da unidade aguardam a realização de alguma cirurgia, principalmente procedimentos de ortopedia. Segundo a assessoria da senadora, ela ficou cerca de duas horas no local e verificou o anexo da unidade, conhecido como tenda. 

Conforme Kátia disse por meio da assessoria, os pacientes estão acomodados em macas, em um ambiente sem ventilação e banheiros sem higiene. Em muitos casos os acompanhantes levam lençóis e se revezam em cadeiras improvisadas. A Senadora teria conversado com 40 pacientes internados, além de servidores do loca. A informação é que estariam faltam produtos básicos como sabonete, desinfetantes e lençóis. 

O Senado da República aprovou em dezembro do ano passado, a pedido da senadora Kátia Abreu, a criação de uma Comissão Temporária Externa para verificar a situação de emergência e caos na saúde pública do Estado. Além disso, no orçamento da União de 2017, a senadora Kátia Abreu participou da decisão dos parlamentares de destinarem suas emendas para o governo aplicar na saúde no Estado.

Casos

Entre os pacientes com quem a senadora conversou estão o motociclista Edis Correia Lima, vítima de acidente de moto e que deu entrada na unidade em 27 de dezembro de 2016, e uma  idosa Ondina Amorim, de 102 anos, que estaria a cerca de 24 horas sem qualquer alimentação, aém também não saberia quando faria a sua cirurgia. 

Sesau 

Em resposta ao Jornal do Tocantins, a Secretaria de Estado da Saúde informou que a equipe da pasta acompanhou a senadora durante a visita e disse que esclareceu todas as dúvidas da parlamentar no local. Ainda segundo a nota, a gestão teria conseguido atingir o percentual de 75% de materiais e medicamentos disponíveis nas unidades hospitalares estaduais. Percentual que segundo a pasta, era de 50%.

Sobre os pacientes citados, a Sesau afirmou que Edis Correia Lima, está recebendo toda assistência da equipe multiprofissional e que “aguarda programação do procedimento cirúrgico que ainda não foi realizado devido  a grande demanda de pacientes da urgência/emergência que dão entrada na unidade diariamente”. Sobre a idosa Ondina Amorim, a nota da secretaria afirma que “ela foi alimentada,  já passou por exames e deve passar por procedimento cirúrgico nesta semana”.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ